RESOLVIDO. Deiró Marra coloca água na fervura e define mesmas condições para CAP e SEP

Prefeito disse que não há problemas nos prazos da FMF

deiro-clubes

A reunião de hoje aconteceu no gabinete do prefeito Deiro Marra

(Fotos: reprodução Facebook -Edmar Cunha)


Da redação da Rede Hoje


Finalmente definido. A Sociedade Esportiva Patrocinense(SEP) joga em Patrocínio, ou seja, em casa, como tinha que ser. O prefeito Deiró Marra entrou na história, fez valer seu poder de decisão e acabou com a polêmica, criada especialmente pela Secretaria Municipal de Esportes, atendendo a uma reivindicação do Clube Atlético Patrocinense(CAP), que não queria duas equipes profissionais na cidade.

 

Nesta segunda feira (02/07) pela manhã, o prefeito convocou a imprensa, o CAP, a SEP, vereadores, os responsáveis pela Secretaria de Esportes e bateu o martelo, anunciando a liberação dos estádios Júlio Aguiar – para jogos - e Gaspar Félix no bairro dona Diva – para treinos da Esportiva Patrocinense disputar o Campeonato Mineiro da Segunda Divisão. 

 

Deiró Marra disse que no ano passado quando liberou o Estádio Júlio Aguiar, o CAP correu atras e viabilizou as pendências e que “da mesma forma a SEP pode começar a providenciar”.

 

A POSIÇÃO DO CAP. Para o presidente do CAP, Maurício Cunha, Patrocínio não comporta dois clubes de futebol profissional, mas pode ser que a cidade seja a primeira e que Esportiva Patrocinense e CAP tenham sucesso. O presidente grená torce para que “as equipes sejam adversárias apenas em campo e Patrocínio seja nossa maior bandeira”.

 

clubes-pmp

SEP, CAP, vereadores, imprensa: presentes no gabinete do prefeito

 

A POSIÇÃO DA SEP. Por seu lado, o presidente da Esportiva Patrocinense, Leandro Malta, disse que sempre buscou o consenso e que os clubes não precisavam ter passado por todo esse desgaste. Segundo o dirigente da SEP, sua preocupação é que o estádio Júlio Aguiar esteja plenas condições para a segunda divisão. 

 

O laudo da Federação Mineira indica vários detalhes no estádio Julio Aguiar para ser aprovado. Se o Júlio Aguiar não ficar pronto a tempo, o estádio Pedro Alves será utilizado até que o antigo estádio esteja liberado pela FMF, segundo o prefeito Deiró Marra.

 

SMEL. A Secretaria de Esportes saiu muito desgastada de toda a situação. O secretário Carlos Alberto Silva – Carlão – disse que a secretaria é para fomentar o esporte e caso o Júlio Aguiar não atenda a Federação Mineira é só readequar a lei de cessão do Estádio Pedro Alves colocando a SEP as mesmas condições dadas ao CAP “pois os campeonatos são distintos e em momentos diferentes”, disse.


paneladebarro rh 600x100 12122015